Europa

De repente, excursão a Nápoles

Pin
Send
Share
Send


O que acontece quando você tem um plano super estudado e o mau tempo o estraga? Bem, você acaba perdendo o meio da manhã ao decidir o que fazer. Bem, talvez nem todos aconteçam com isso, mas foi o que aconteceu conosco.

Foi o nosso segundo dia em Pompéia e naquela manhã planejamos ir a ruínas da cidade, mas enquanto tomávamos o café da manhã, o céu começou a descarregar uma banheira de água de proporções bíblicas. Como não sabíamos o que fazer ou se o mau tempo continuaria à tarde, perguntamos a Mateo, pai de Fabio, se ele podia ver a previsão do tempo em seu iphone. O aparato mencionado determinava que o mau tempo continuaria não apenas naquele dia, mas todos nós que estaríamos no Campania. Com o clique marcado no rosto, Mateo propôs apressadamente um plano alternativo para ver se poderíamos animar um pouco: vá para Nápoles para visitar o museu arqueológico.

Primeiro, eu não sou fã de museus e menos com um companheiro de viagem que para para ver cada uma das 2.000.000 de obras que o museu contém. E segundo: eu não estava pronto para Nápoles. Mas como um suposto viajante como eu não estava preparado para Napoli? Você pode estar se perguntando. Desculpe, não tenho resposta. Eu simplesmente não estava. Sem ter as idéias claras, saímos para a rua armados com nossos guarda-chuvas e, nesses momentos, uma clareira foi feita e parou de chover, com a qual retornamos ao nosso plano original: visite Pompeia. No entanto, após 5 minutos, ele se diluiu novamente e, segundos depois, as calças estavam de joelhos. O que ficou claro é que, com aquela chuva, visitar Pompeia era inviável, a menos que o fizéssemos com uma canoa, o que não era o caso.

Depois de entrar e sair do B&B várias vezes, acho que Mateo nos deixou loucos, finalmente desisti e decidi vá para Nápoles. Curiosamente, quando chegamos ao trem, começou a brilhar um sol que nos acompanhou durante o dia.

O que você ouviu sobre Nápoles? O que está sujo? Caótico? A sede da camorra? Alguma coisa positiva? Dado tudo isso, dizer que não estava sobrecarregado de preconceito seria uma mentira como um templo (romano), então posso dizer que mal gostei da minha visita. Que pena.

O trem nos deixou em 30 minutos no Estação Garibaldi Square, como a estação de Sants em Barcelona e Atocha em Madrid, e apesar do fato de a parada do museu ser a seguinte, descemos para procurar um mapa no posto de turismo no andar principal. Com o mapa em mãos, voltamos para a plataforma e fomos para o Estação Cavour, onde fica o museu. Ao sair, a cidade me lembrou muito Lisboa, mas em piores condições. Prédios multicoloridos, todos frágeis.

Pin
Send
Share
Send