Europa

Dia 2: Stonehenge e os Cotswolds por Míriam

Pin
Send
Share
Send


No domingo, nos encontramos de manhã cedo para fazer uma excursão. A idéia era ir a Stonehenge pela manhã e à tarde visitar algumas das aldeias da região de Cotswolds, perto de Oxford e considerado o coração da Inglaterra.

De Oxford a Stonehenge, há pouco mais de uma hora de carro, embora você também possa chegar a Salisbury de trem e pegar um ônibus para Stonehenge, ou ir de ônibus diretamente de Londres (que sai da estação de ônibus Victoria). Quando chegamos, deixamos o carro na área de estacionamento, pelo qual você paga 3 libras que você descontará ao comprar a passagem, que custa 6,60 libras. Juntamente com o ingresso, eles oferecem um guia de áudio gratuito.

Stonehenge

O monumento é muito turístico hoje e é proibido se aproximar das pedras (exceto durante solstícios). Talvez o fato de apreciar a construção à distância não pareça tão grande quanto eu pensava (pelo menos essa foi minha impressão). A explicação do guia foi muito interessante, desde sua construção em várias fases, teorias sobre seu uso como observatório astronômico, templo religioso ou monumento funerário e outras curiosidades, como referências em várias obras e lendas literárias. Após a visita, compramos algo para comer na parada de comida ao lado da entrada e nos sentamos para fazer nosso pequeno piquenique improvisado. Nos arredores de Stonehenge tudo é campo, por isso é fácil encontrar um lugar para fazer um piquenique. Comprei um bom pedaço de pão caseiro para a sobremesa. Eu estava delicioso, mas com a metade eu tinha o suficiente; o resto, para o lanche!

Tradicional Woodstock CottageCartaz de Woodstock

Depois do almoço, depois das 14h, voltamos ao carro para ir a Cotswolds. Tínhamos uma boa lista de cidades para visitar, mas, como tínhamos uma boa estrada, escolhemos duas cidades perto de Oxford. Nossa primeira parada foi em Woodstock, uma pequena vila encantadora com chalés, flores, passagens secretas cobertas por trepadeiras e um palácio espetacular que nos surpreendeu. Nós andamos pela cidade, parando para ver as casas, navegando em uma loja de doces e cupcakes ... e caindo na tentação de seu sorvete com sabores muito ingleses: menta e chocolate, chocolate ... Em Woodstock, como um amigo nos havia informado de Júlia, há o Palácio de Blenheim, então, antes de partirmos, queríamos visitar. Pegamos o carro e fomos para a entrada do parque do palácio. Passava das cinco da tarde e as visitas ao palácio estavam prestes a terminar. Também queríamos visitar o parque, mas a entrada custa £ 4 por pessoa! Nós pensamos um pouco sobre isso, mas no final decidimos entrar. O guarda na entrada do parque, um menino, perguntou-nos quantos íamos e se havia crianças, às quais Júlia respondeu "não, mas somos um pouco como crianças". Nós gostamos do garoto. Perguntamos a ele de onde ele era, porque seu sotaque não era o britânico típico. Australiano? Canadense? A resposta: polonês, ele só estava na Inglaterra há 5 anos e estudava na escola de teatro. Como o fizemos rir um pouco depois de um dia chato observando a entrada do parque, ele só nos cobrou dois ingressos para adultos e dois para crianças (e economizamos um ingresso!). O preço para visitar todo o complexo (o parque, o palácio e os jardins) é de £ 17,50. Ao entrar no parque, percebemos sua imensidão. Havia muito campo, um lago no meio com uma ponte de pedra e no fundo de todo o palácio. A impressão foi um pouco como estar em um dos romances de Jane Austen, onde os protagonistas faziam piqueniques no campo em um ambiente ideal ...

O Palácio de Blenheim ... ... e seus jardins

O Palácio de Blenheim foi um presente da Inglaterra ao primeiro duque de Marlborough por sua vitória contra os franceses e bávaros. Também nasceu Sir Winston Churchill, um descendente do mesmo duque. O edifício foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1987.

Pin
Send
Share
Send