Ásia

Visitas em Tóquio: Palácio Imperial, Asakusá e Ginza

Pin
Send
Share
Send


Também levamos esse dia com muita calma. O cansaço da viagem estava se tornando mais pesado e difícil de levantar em breve. Então, quando finalmente saímos do apartamento, fomos visitar os Jardins do Palácio Imperial. Para chegar lá, pegamos o metrô até a estação Otemachi. Obviamente, o Palácio Imperial não pode ser visitado porque a família real ainda mora lá, na verdade você só pode ver uma pequena parte do palácio à distância, porque quase tudo é coberto por vegetação. Isso mostra que já estávamos cansados ​​e que não estávamos alertas, porque quando chegamos aos jardins, vimos que eles estavam fechados. O horário é das 9 às 16h às terças, quartas, quintas, sábados e domingos. Como você não podia ver nada, e como eu estava com a tensão no chão, fomos à procura de um Starnbucks na área de Otemachi.

Otemachi, visto da entrada para os jardins imperiais.

Otemachi é uma das áreas de negócios de Tóquio e está cheia de edifícios de escritórios. Se você gosta de café, recomendo que você os beba em um Starbucks no Japão. Sou bastante contra, porque na Espanha sai um café com leite por 4 euros. Mas meu amigo Mo me fez perceber que no Japão o café no Starbucks vale o mesmo que em qualquer cafeteria, mas o bom é que lá eles o preparam, por outro lado, eles costumam fazer máquinas que já possuem os programas ( como os do escritório, mas um pouco melhor), que vale a pena. Depois de relaxar meu café em um dos sofás, caminhamos para a estação de Tóquio, que fica a cerca de 15 minutos do Palácio Imperial.

Estação de Tóquio lá fora. Parece pequeno, mas é apenas a ponta do iceberg.

Estivemos durante nossa viagem inúmeras vezes dentro da estação de Tóquio, mas nunca a vimos lá fora. A estação foi concluída em 1914 e imita a de Amsterdã, mas, novamente, com azar, eu a estava reabilitando e estava cheia de andaimes.

Templo Senso-ji de Asakusa.

Tendo visto, fomos passear em Asakusá. Em princípio, não tínhamos planejado ir porque já o vimos em viagens anteriores, mas sempre vale a pena percorrer o bairro. O destaque é o templo Senso-ji. Na entrada do templo fica o Nakamise-dori, uma pequena rua cheia de lojas de souvenirs e comida tradicional que leva ao pavilhão principal. A verdade é que estava lotado porque chegamos lá por volta das 13h, se você quiser visitar com mais calma, é melhor começar logo.

Andando por Asakusa.Comida: Katsu-kare e Katsu setto.O edifício Asahi, embora deva ser espuma de cerveja,
muitos os chamam de cocô ... por que será?

Pin
Send
Share
Send