América

Excursão ao Parque Nacional Terra do Fogo de Ushuaia

Pin
Send
Share
Send


Se você fizer uma viagem à Argentina uma das visitas essenciais em Ushuaia é fazer uma excursão ao parque nacional Terra do Fogo. Passamos um dia inteiro nessa excursão porque queríamos visitar a área fazendo algumas caminhadas.

Reservamos o transporte coletivo com María Cristina del Nahuel B&B, pois, como na navegação no canal Beagle, ele nos ofereceu um desconto de 10%. Às nove horas da manhã, estávamos no posto de gasolina perto do porto turístico de onde o transporte parte e às nove horas começamos. Tivemos uma hora de carro até a entrada do parque. Uma vez na bilheteria, paramos para pagar 170 pesos por estrangeiros. Enquanto esperávamos a nossa vez, consideramos a possibilidade de nos apresentarmos como argentinos imitando seu sotaque, mas logo percebemos que íamos nos fazer de tolos e pagamos como pessoas boas.

Ao obter as passagens, aproveitamos a oportunidade para pedir informações sobre os itinerários que poderíamos fazer, depois pegamos a van e continuamos o caminho até o ponto de ônibus. Ensenada Zarategui. Bem, na verdade descemos antes, apenas no cruzamento de duas estradas onde a van virou à esquerda para descer até a enseada. Fomos informados de que de lá para a enseada havia belas vistas do Canal de Beagle enquanto você desce a ladeira. Mas estávamos errados. Seguir a estrada foi um pouco decepcionante. Talvez devêssemos ter continuado em frente ao longo da estrada até chegarmos a um ponto um pouco mais adiante, onde a rota de caminhada 1, o caminho de Pampa Alta, atravessa a estrada e segue o caminho para a enseada ao lado do canal de Beagle.

O fato é que descemos à enseada de Zaratiegui, onde fica um pequeno píer e uma praia. De lá, iniciaríamos o caminho costeiro na direção oeste, até chegarmos ao rio Lapataia. Mas antes tínhamos algo a fazer. E é que no meio do píer fica o correio do fim do mundo. É difícil acreditar que lá, no meio da natureza e do parque nacional, haja uma estação de correios, mas acontece que o governo argentino está interessado em mantê-la ali por razões geopolíticas e por disputas fronteiriças leves com o Chile.

Antigamente, esse correio ficava na Ilha Redonda, a poucos quilômetros da costa, no meio do Canal de Beagle, mas o funcionário que o administrava se cansava de ficar tão sozinho e isolado o dia todo. Então ele pediu ao governo que o levasse para o continente. Entretanto, seus superiores responderam que, pelas razões geopolíticas mencionadas acima, o escritório tinha que estar no canal e não no continente. Então esse funcionário, chamado Carlos, tomou uma decisão. Ele montou os correios no meio do píer e argumentou que, como ainda estava no canal, o governo não podia lhe dizer nada. Desde então, o correios do fim do mundo Tornou-se um dos pontos principais do parque.

A partir desta estação de correios, você pode enviar cartas e cartões postais e eles fornecerão um selo comemorativo que comprova que essa carta foi enviada de um dos pontos mais remotos do plano ou para selar seu passaporte como você esteve lá. Tudo por uma pequena taxa. Esperávamos encontrar o próprio Carlos no posto, ver seus elegantes bigodes brancos, mas naquele dia foi seu filho quem atendeu aos turistas.

Depois de enviar os cartões postais de rigor, partimos pelo caminho costeiro. Esta é uma das trilhas mais populares porque é bastante fácil e porque termina no rio. Tem 8 quilômetros de extensão e leva cerca de quatro horas para viajar em um bom ritmo. Embora existam pequenas encostas, quase todo o tempo você caminha por um terreno bastante plano.

Pin
Send
Share
Send