Europa

Cuenca com amigos (e blogueiros)

Pin
Send
Share
Send


Nós gastamos um fim de semana em Cuenca Com um grupo muito especial de amigos. Há algumas semanas, Victor, de Minha terra natal, é meu sapato, nos convidou a passar o fim de semana em sua casa na Huerta de la Obispalía, uma pequena cidade onde todos os vizinhos se conhecem e em que todas as manhãs uma van Ele venderá o pão, porque não há padaria nem lojas. Nós nunca fomos a Castilla la Macha e aceitamos o convite encantado. Além disso, poderíamos coincidir novamente com Victor e Eva, com Rebecca de El rincón de Sele e nos encontrarmos pessoalmente com Adela de Callejeando para o planeta e Raúl de A peregrina para o mundo. Um fim de semana cheio de bons amigos e ótimos viajantes.

No sábado, depois de um café da manhã de campeões, aproveitamos a oportunidade para visitar a cidade de Cuenca, um patrimônio mundial desde 1996. cidade fortificada histórica de Cuenca Foi inicialmente construído como um ponto defensivo do califado de Córdoba e é famoso por seu centro histórico perfeitamente preservado e pelas casas suspensas.

Começamos o percurso até o "El Santo", um mirante em uma montanha em frente ao centro histórico, onde você pode desfrutar de uma vista magnífica sobre Cuenca. Então voltamos ao carro para ir ver a cidade. Conseguimos estacionar logo abaixo do Ponte de São Paulo, que une o Parador Nacional à parte em que o casas suspensas, e Victor explicou que no passado a ponte era feita de cordas e madeira. Do final da ponte, você pode ver uma das vistas mais famosas de Cuenca, a das casas suspensas, o centro histórico e as Foice do Huécar.

De fato, esse mesmo panorama se tornou muito popular no Japão, porque o autor de animê (série de desenhos) Sora no oto (o som do céu) foi inspirado por Cuenca para criar a cidade em que a ação ocorre. Portanto, não era de surpreender que, durante nossa ascensão ao centro histórico, conhecemos vários grupos de japoneses que estavam visitando a cidade.

Sem dúvida As mais emblemáticas de Cuenca são as casas suspensas (O que não há pingentes!). É um edifício construído entre os séculos XIV e XV e que até o século XVIII abrigava a prefeitura. O que se destaca são as varandas de madeira. As casas podem ser visitadas, uma é um restaurante e a outra é o museu de arte abstrata espanhola.

Seguimos nossa rota até chegarmos ao Praça principal onde está o Catedral de Nossa Senhora da Graça. Foi construído no final do século XII em estilo gótico normando e não entramos porque tivemos que pagar 5 euros. De fato, se você quiser visitá-lo de graça, poderá fazê-lo aos domingos, às 9h30 e às 12h, quando a missa for celebrada.

Vídeo: Especial Danielle Noce e Bigode, ganhamos autógrafos e conhecemos essa famosa Youtuber Blogueira . (Setembro 2020).

Pin
Send
Share
Send